Estamos nas Redes

Esportes

Vasco vence o Vitória e se reabilita no Brasileirão com destaque para Payet

Publicado

on

O Vasco encontrou a redenção no Campeonato Brasileiro ao vencer o Vitória por 2 a 1 em São Januário, pela sexta rodada. Após uma série de quatro derrotas consecutivas, o Gigante da Colina recupera-se, trazendo um pouco de tranquilidade ao clube. O destaque da vitória foi o retorno do francês Payet, que contribuiu com duas assistências.

Embora o Vasco tenha tido um desempenho irregular no primeiro tempo contra o Vitória, iniciou a segunda etapa com determinação, marcando dois gols rapidamente. Fora de campo, a diretoria está em negociações com o técnico português Álvaro Pacheco, do Vitória de Guimarães.

Com este resultado, o Vasco alcança seis pontos e ocupa a 13ª posição na tabela, enquanto o Vitória continua sem vencer, somando apenas um ponto em cinco jogos e ocupando o 19º lugar.

Na próxima rodada, o Vasco terá um clássico contra o Flamengo no sábado, às 21h (horário de Brasília), no Maracanã. Enquanto isso, o Vitória enfrentará o Atlético-GO no mesmo dia, às 16h (de Brasília), no Barradão.

O duelo

O Vasco contou com o retorno de Payet, preservado nos últimos jogos para aprimorar a parte física. João Victor foi outra mudança do técnico interino Rafael Paiva. Ele entrou na lateral direita.

A primeira chance foi do Vasco. Aos nove minutos, após cruzamento para a área, a bola sobrou para Payet. O francês chutou, mas o goleiro Lucas Arcanjo salvou com a ajuda da zaga. Na sequência, o Gigante da Colina pediu pênalti em Galdames, que levou um chute de Reynaldo. Contudo, a arbitragem de Raphael Claus (Fifa-SP) mandou seguir.

Aos 29, David recebeu pela esquerda e bateu. A bola foi para fora. Três minutos depois, Vegetti fez o pivô para Galdames. A finalização dele desviou e quase entrou, saiu à direita, com o goleiro batido.

O Vitória assustou aos 37 minutos. Janderson fez grande jogada pela direita e encontrou Matheuzinho. Ele finalizou por cima, na melhor chance do clube baiano. Aos 48, Piton cruzou e Vegetti se antecipou à zaga e cabeceou, mas Lucas Arcanjo defendeu. O primeiro tempo terminou sem gols. Parte da torcida do Vasco vaiou.

Rafael Paiva mudou o Vasco no intervalo. Ele colocou Adson no lugar de Rossi. O Gigante da Colina abriu o placar aos quatro minutos. Payet cobrou escanteio, Maicon apareceu bem na área e desviou para o gol: 1 a 0.

O Vasco ampliou logo na sequência, aos dez minutos. Payet levantou para Vegetti. O centroavante se jogou e completou para o gol: 2 a 0. Aos 24, Sforza cobrou falta e acertou o travessão.

O Vitória quase diminuiu com Iury Castilho, que entrou no segundo tempo. Após bola levantada para a área, a zaga do Vasco não cortou. O atacante, então, emendou, mas acertou o travessão. O Gigante da Colina respondeu no minuto seguinte. Adson deu bom passe para David, que parou em Lucas Arcanjo. O goleiro do Vitória trabalhou novamente aos 31 minutos, em finalização de fora da área de Galdames.

O clube baiano conseguiu diminuir aos 43 minutos. Iury Castilho apareceu livre na área e completou, após rebote de Léo Jardim em chute de Jean Mota, outra alteração do Vitória. Aos 46 minutos, Camutanga se estranhou com Praxedes, que entrou no segundo tempo, e foi expulso. Ele deixou o braço e acertou o rosto do jogador do clube carioca. O Vasco ficou com o triunfo e se recuperou no Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2X1 VITÓRIA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de maio, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Público: 11.094 torcedores
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (Fifa-SP) e Daniel Luis Marques (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-Fifa-SP)
Cartão amarelo: Maicon, Sforza, Galdames, David e Praxedes (Vasco) e Iury Castilho (Vitória)
Cartão vermelho: Camutanga (Vitória)
Gols:
Vasco: Maicon, aos 4′ do 2ºT, e Vegetti, aos 10′ do 2ºT
Vitória: Iury Castilho, aos 43′ do 2ºT

VASCO: Léo Jardim; João Victor (Paulo Henrique), Maicon, Léo e Lucas Piton; Sforza, Galdames (Mateus Carvalho) e Payet (Praxedes); Rossi (Adson e depois Puma Rodríguez), David e Vegetti.
Técnico: Rafael Paiva.

VITÓRIA: Lucas Arcanjo; Willean Lepo (Zeca), Camutanga, Reynaldo e PK; Luan Vinícius (Iury Castilho), Dudu e Rodrigo Andrade e Matheuzinho (Jean Mota); Janderson (Luiz Adriano) e Alerrandro (Zé Hugo). Técnico: Léo Condé.

Publicidade

Facebook