Estamos nas Redes

Amazonas

Mais de 26 mil casos suspeitos de arboviroses foram notificados no AM

Publicado

on

Conforme o informe de arboviroses no Amazonas, segue em 2 óbitos por dengue, sendo 1 em Manaus e 1 em Lábrea

No Amazonas, no período de 1º de janeiro até esta quinta-feira (09), foram 26.180 notificados casos suspeitos de arboviroses, sendo confirmados, por critério laboratorial ou clínico-epidemiológicos, 4.444 para dengue, 13 para chikungunya, 41 para zika, especificamente por critério laboratorial, 2.880 casos de febre Oropouche, 96 casos de febre do Mayaro. Os dados constam no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e no Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL).

Conforme o informe de arboviroses no Amazonas, segue em 2 óbitos por dengue, sendo 1 em Manaus e 1 em Lábrea. Na lista de municípios do Amazonas com maior quantidade de casos notificados para arboviroses: Manaus (8.263), Tefé (1.880), Manacapuru (1.319), Coari (1.157), Carauari (942), Lábrea (850), Eirunepé (769), Iranduba (754) e Tabatinga (737).

Prevenção

A melhor forma de evitar as arboviroses é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação de mosquitos transmissores das doenças.

Além dessas medidas, a prevenção contra a Febre Oropouche envolve, ainda, evitar entrar em locais de mata e beira de rios (principalmente entre 9 e 16 horas), limpeza de quintais, evitando o acúmulo de matéria orgânica e, quando possível, recomenda-se o uso de repelentes.

Foto: Divulgação

Publicidade

Facebook