Conecte-se Conosco

Esportes

Após ser preso por injúria racial, Rafael Ramos paga fiança e é liberado

Publicado

em

O lateral-direito Rafael Ramos, do Corinthians, foi acusado de racismo contra Edenilson, do Internacional, durante a partida deste sábado (14). Após a partida, o volante registrou Boletim de Ocorrência contra o jogador do Timão.

Edenilson afirmou ter sido chamado de “macaco” pelo jogador do Timão durante uma disputa de bola, aos 31 minutos do segundo tempo. De acordo com Marcelo Braga, do ge, o português foi preso em flagrante após o depoimento de Edenilson.

Posteriormente, o delegado Carlo Vitarelli confirmou que Rafael Ramos foi preso em flagrante pelo crime de injúria racial. Assim, o lateral-direito pagou a fiança de R$ 10 mil e foi liberado. Por sua vez, o português reitera que foi mal interpretado. Ele vai responder o processo em liberdade.

“Ele foi preso. Ele cometeu um crime de injúria racial e foi preso, mas é afiançável. Como ele pagou, vai responder em liberdade. Claro, se ele não pagasse a fiança, poderia ser recolhido no presídio”, disse o delegado.

Por fim, teremos atualizações da situação nos próximos dias. A delegação do Corinthians já havia sido liberada do Beira-Rio, mas sem Rafael Ramos, que foi detido e prestou depoimento. No entanto, só foi liberado para deixar o estádio após o pagamento da fiança.

Foto: Silvio Avila/Getty Images