Estamos nas Redes

TCE-AM

TCE-AM recebe da Atricon declaração de garantia qualidade das ações da Corte de Contas

Publicado

on

Após dois dias de auditoria no âmbito do Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas, o MMD-TC Ciclo 2022, conduzida por uma equipe técnica da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) recebeu, nesta sexta-feira (16), a ‘Declaração de Garantia da Qualidade da Atricon’.

Na auditoria deste ano, foram analisados a Ouvidoria, a Secretaria de Controle Externo (Secex), a Diretoria de Comunicação (Dicom), o Departamento de Gestão de Pessoas (Degesp), Departamento de Auditoria Operacional (Deaop), Departamento de Planejamento (Deplan), o Departamento de Informações Estratégias, e as áreas de saúde, educação, transparência pública, e estrutura de gabinetes de conselheiros, auditores e procuradores.

Da última auditoria realizada pela Atricon em 2019, o TCE-AM obteve um desempenho ainda superior, com apenas 12 apontamentos a serem melhorados. A Diretoria de Comunicação foi um dos setores que obteve 100% de êxito nos critérios analisados.

O documento de garantia funciona como uma comprovação do cumprimento satisfatório dos critérios avaliados durante a auditoria. Ao todo foram analisados 208 critérios avaliativos, onze QATCs, que integram o Projeto Qualidade e Agilidade dos Tribunais de Contas, além da apresentação de cinco boas práticas selecionadas por servidores do TCE-AM para serem compartilhadas com os demais TCs.

Entre as boas práticas apresentadas estiveram o Programa de Integridade e Governança do TCE-AM, lançado de forma pioneira entre os Tribunais de Contas do país e que serve como referência em compliance para órgãos de controle externo; a avaliação qualitativa do aprendizado à distância em vídeos assíncronos, quando a videoaula não é ao vivo; as ações feitas pelas auditorias operacionais ambientais feitas pelo TCE-AM; o programa Ouvidoria Estudantil, que transforma alunos da rede pública municipal em pequenos ouvidores de suas escolas, além do sistema de geração de energia sustentável, instalado em 2021 no TCE-AM para diminuir a conta de luz e contribuir com a energia verde.

A equipe da Atricon que auditou o TCE-AM foi composta pelos conselheiros Edilson Silva, do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO); Soraia Victor, do TCE do Ceará (TCE-CE), além da conselheira-substituta do TCE de Alagoas (TCE-AL). Também farão parte da equipe os auditores de controle externo Fernando Garcia, do TCE de Rondônia; Maria Valéria Leal, do TCE do Piauí (TCE-PI) e Risodalva Castro do TCE do Mato Grosso (TCE-MT).

Ao receber a declaração de garantia de qualidade, o presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro, agradeceu a visita técnica e destacou o empenho da Corte amazonense em ser uma referência entre os Tribunais.

“Nosso objetivo é tornar o TCE Amazonas um Tribunal respeitado entre os demais. Que possamos ser farol de exemplo aos outros Tribunais. Por isso, incentivamos a equipe, as lideranças, pois eles são capazes de motivar nossos colaboradores. Só tenho a agradecer todas as equipes envolvidas nesse trabalho”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

Conforme a conselheira Soraia Victor, do TCE do Ceará (TCE-CE), que integrou a comitiva técnica da Atricon no TCE-AM, o desempenho da Corte de Contas amazonense atingiu todos os níveis necessários.

“O TCE-AM é um celeiro de boas práticas. A ouvidoria estudantil, auditorias operacionais voltadas ao meio ambiente, a estrutura montada em prol da eficiência, a metodologia aplicada pela Escola de Contas, e o Programa de Integridade. Entre todos os indicadores discutidos, concluímos que o trabalho foi concluído com pleno êxito. A equipe e a gestão do Tribunal de Contas do Amazonas estão de parabéns”, afirmou a conselheira do TCE-CE, Soraia Victor.

O Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas é uma ferramenta de avaliação cujo objetivo é verificar o desempenho institucional dos 33 Tribunais de Contas quanto às boas práticas internacionais e às diretrizes de qualidade estabelecidas pela Atricon. A ferramenta de gestão busca identificar pontos fortes e oportunidades de melhoria em diversas áreas dos órgãos de controle externo.

O resultado final do MMD Ciclo 2022 será divulgado em novembro deste ano, durante o VIII Encontro Nacional dos Tribunais de Contas, que ocorrerá entre os dias 16 e 18 de novembro, no Rio de Janeiro (RJ).

Publicidade

Facebook