Estamos nas Redes

Prefeitura

Prefeitura reforça bom uso da pista de skatepark na Ponta Negra

Publicado

on

Com a interdição do banho no rio no complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste, ainda em vigor diante da estiagem extrema no Amazonas, a Prefeitura de Manaus reforça normas de segurança e bom uso do parque, especialmente na pista de skate existente no espaço público.

A orientação é para que os pais e responsáveis devem ficar atentos às crianças que brincam no espaço, para evitar colisões e acidentes na área destinada ao esporte radical. Na pista, só é permitida a prática de skate e patins in-line. As rampas e estruturas não devem ser usadas como escorregador, colocando em risco os pequenos e os próprios skatistas.

Uma nova sinalização gráfica e de orientação será instalada no local, já que a última sofreu depredação. Crianças e adolescentes menores de 18 anos não podem utilizar a pista desacompanhados dos pais ou responsáveis.

“A comissão da Ponta Negra prioriza, sobretudo, o respeito entre praticantes e responsáveis, visando a proteção de todos para a diversão com responsabilidade. E pedimos aos pais e responsáveis que não deixem os pequenos usarem a pista como brinquedo, para evitar incidentes”, explicou o coordenador da comissão de gestão do espaço, Alberto Maciel.

A praia

A praia da Ponta Negra está interditada para banho desde o dia 2 de outubro, por um prazo de 90 dias, em razão da vazante que atinge o Estado. Sinalização sobre a interdição e um cerquite físico foram instalados no espaço para manter a segurança dos frequentadores.

Trinta placas informativas, em destaque vermelho, sobre a proibição de uso da praia para o banho, estão instaladas em diversos pontos da faixa de areia e nos acessos.

O prefeito assinou o Decreto 5.697, no dia 2 de outubro, sobre a medida. Desde a interdição, conforme a cota no porto de Manaus, o rio Negro desceu até atingir a menor marca nos últimos 121 anos de medição da cota, ficando em 12,70 metros no dia 26 de outubro. A maior vazante registrada até então era a de 2010, com 13,63 metros – uma diferença de 93 centímetros.

A interdição considera as normas de uso da praia perene, definidas em um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela prefeitura junto ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), com órgãos municipais e estaduais signatários do compromisso, incluindo Corpo de Bombeiros do Amazonas (CB-AM) e Polícia Militar.

De acordo com a cláusula 1, parágrafo 3º, a “interdição automática do uso da praia ocorrerá sempre que os laudos e/ou relatórios a que se referem os parágrafos anteriores comprovarem que a praia encontra-se imprópria para o uso dos banhistas”.

Durante a interdição, o banho no rio fica proibido. A faixa de areia da praia da Ponta Negra está ampliada com a grande descida das águas e seguirá acessível, para uso de atividades esportivas e recreativas, assim como o funcionamento de todo o calçadão e demais estruturas do complexo.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), com a Guarda Municipal, ciclopatrulha, a Polícia Militar e bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas, bem como na segurança e manutenção do patrimônio de todo o complexo. Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) reforçam os serviços de limpeza e higiene do calçadão e da praia perene.

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Fotos – Arquivo/ Semcom

Publicidade

Facebook