Estamos nas Redes

Prefeitura

Prefeitura licencia mais de 3,7 milhões de metros quadrados com novos alvarás de construção na gestão

Publicado

on

A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), atingiu, em janeiro deste ano, a marca de 3,7 milhões de metros quadrados em alvarás de construção licenciados na autarquia em toda atual gestão,  compreendendo o período de janeiro de 2021 a janeiro de 2024. 

No mesmo acumulado também, foram emitidas 2.906 certidões de alvarás, representando mais obras regulares, mais empregos e mais renda na construção civil, desde grandes construtoras até pequenas empreitadas.

Em janeiro de 2024, o Implurb expediu 41 novos alvarás de construção na capital e licenciou mais de 69,5 mil metros quadrados de área.

O licenciamento impacta diretamente nos números da construção civil, que este ano tem previsão de crescimento nacional da ordem de 2,9%, segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic). O setor, ainda segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), teve crescimento de 6,85% em 2022, no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

“Para 2024, a perspectiva é de resultado positivo, impulsionado por novos ciclos no mercado imobiliário, do conjunto de obras e em infraestrutura da prefeitura e a retomada ainda do programa Minha Casa, Minha Vida, aumentando o emprego formal na construção e tendo reflexo nos nossos números de licenciamento”, disse o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

2023

Somando quase 900 mil metros quadrados em área de novos alvarás de construção em 2023, a prefeitura fechou o ano passado com 789 alvarás emitidos pelo Implurb. Manaus ocupa a nona posição em construção civil/mercado imobiliário no ranking de “Melhores Cidades para Fazer Negócios”, da Urban Systems, publicado na revista “Exame”.

Outro ponto de destaque é notar que a população está buscando regularizar e licenciar mais suas obras, levando segurança a projetos e edificações. “É muito importante para ter uma cidade mais organizada, mais regularizada, urbanisticamente mais bonita e mais acessível. São sinais de que a população está procurando o licenciamento”, completou Valente.

Texto –  Claudia do Valle/Implurb

Fotos – Semcom e Divulgação

Publicidade

Facebook