Estamos nas Redes

Prefeitura

Prefeitura de Manaus inicia atividades do projeto ‘Protetores do Amanhã’ com estudantes da rede municipal

Publicado

on

Desenvolver as práticas da educação ambiental na Prefeitura de Manaus é uma das prioridades da atual gestão. Nesse sentido, iniciaram, nesta terça-feira, 14/2, as aulas do projeto “Protetores do Amanhã”, com estudantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A iniciativa tem o propósito de formar cidadãos atuantes na sociedade, com ênfase na proteção ambiental.

O curso ocorre desde 2020 e é coordenado pelas Ocas do Conhecimento Ambiental. Essas aulas têm duração de dez meses e possuem estrutura curricular com os seguintes temas: Educação Ambiental e Cidadania; Recursos Naturais: Água e Energia; Fauna Silvestre; Consumo Consciente.

A coordenadora das Ocas do Conhecimento Ambiental da Semed, Érica Amorim, explicou que, para 2023, o projeto tem parceria da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), com orientadores sociais do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Norte, São José 4 e Colônia Antônio Aleixo, para trabalhar temas sociais.

“Pensamos em envolver todas essas parcerias para seguirmos alinhados com o que diz o tema do ano letivo deste ano, que prioriza a formação integral do ser humano. Entendemos que, por meio dos temas transversais, conseguiremos ajudar esses estudantes a serem cidadãos mais conscientes e atingirmos uma educação de excelência do município de Manaus”, frisou a coordenadora.

Os alunos também terão aulas de arte-educação com profissionais do Centro Municipal de Arte-Educação Aníbal Beça.

Expectativas

Olhares atentos e curiosidade sobre novos temas marcaram o início das aulas na sede da Ocas Ambiental Norte, no bairro Nova Cidade, zona Norte, onde 50 estudantes participam do programa no contraturno, sendo 25 em cada período. De acordo com a gestora do espaço, Rúbia Praia, este ano, será repleto de aprendizados voltados à temática ambiental.

“Nossa expectativa é de que essas crianças possam vivenciar a sustentabilidade, tenham teoria e coloquem em prática na comunidade e escola. Os estudantes são o nosso futuro e a gente sabe que nosso planeta sofre bastante com a própria ação do homem. Então, é muito importante trabalhar essas questões desde pequeno, para que possamos ter no futuro uma população mais consciente, que vise mais o lado social e ambiental”, ressaltou a educadora.

Uma das participantes é a estudante venezuelana Jhonnielvis Gonzalez, 14, natural de Bolívar. Ela reside em Manaus há um ano e compartilhou as experiências no projeto.

“Participo desde o ano passado e gosto daqui, porque é legal. Eu vim aqui, por uma recomendação de uma de minhas primas. Aí a mamãe veio, falou com a diretora, nos matriculamos. Eu já participei do canto de flautas e visitas. Para este ano estou esperando aprender mais coisas”, declarou.

A estudante Ana Paula Batista, 8 anos, está animada com o início do projeto. “Esse projeto é muito legal, porque tem os passeios e aulas de músicas. Nós aprendemos a cuidar do meio ambiente, a reciclagem, a não jogar o lixo no lugar errado. Gosto muito de participar”, comentou.

Espaços

A ação atende alunos de 7 a 14 anos, do 1º ao 9º ano de sete unidades de ensino, sendo 50 por unidade da Ocas ,  ao todo, 150 estudantes envolvidos; sendo na Ocas Leste, com estudantes do Centro Integrado Municipal de Educação Arthur Virgílio e escolas municipais Vicente Mendonça e Danilo de Matos Areosa; Ocas Norte com alunos das escolas municipais Dom Milton, Gilberto Rodrigues e Carlos Ouro; e Ocas Puraquequara com aulas para a escola municipal Francisco Nunes.

Texto – Andrew Ericles/ Semed

Fotos – Lucas Levi/ Semed

Publicidade

Facebook