Estamos nas Redes

Prefeitura

Prefeitura de Manaus anuncia intervenção na avenida Maceió

Publicado

on

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), anuncia, nesta quarta-feira, 22/2, que deve realizar uma intervenção estrutural na avenida Maceió, no bairro Nossa Senhora das Graças. A obra será para implantar uma nova rede de drenagem no trecho onde uma cratera se abriu nesta manhã. 

O secretário de Obras, Renato Junior, anunciou que a obra deve levar de 10 a 15 dias para ser finalizada. “Esse trecho da Maceió é um trecho que se abre sempre. A nossa equipe técnica vem trabalhando há um tempo na investigação do problema para solucionarmos de forma definitiva, mas essa é uma situação crônica que a cidade e a população manauara enfrentam. Nosso planejamento é de entrarmos daqui a duas semanas para implantarmos uma nova rede de drenagem”, afirmou Renato Junior. 

Ainda de acordo com o secretário de Obras, o prazo estipulado para o início das obras na Maceió é baseado no tempo em que as equipes da Seminf concluem as obras no trecho da avenida Djalma Batista, para que, na sequência, os trabalhos possam ser concentrados de forma emergencial no trecho da Maceió, com a meta de solucionar de forma definitiva o problema, proporcionando a melhor trafegabilidade e estrutura para a população. 

“No momento, o nosso efetivo está concentrado na avenida Djalma Batista, executando as obras dia e noite, para entregarmos a via o quanto antes para a população, e é desta mesma forma que queremos executar no trecho da Maceió. Já temos um projeto pronto e as obras podem ser iniciadas em um final de semana ou em um feriado imprensado”, anunciou o secretário. 

Ele ainda antecipou que não há risco para os condutores que passam pelo local. “Vamos trabalhar com cautela para solucionar de forma definitiva e para entregarmos mais uma obra bem restabelecida de primeira qualidade para a população”.

Nesta tarde de quarta-feira, equipes estão no local, realizando trabalho paliativo, a fim de garantir a circulação segura de condutores e pedestres até que a intervenção comece em duas semanas.

Texto – Rayana Coutinho/Seminf

Fotos –  Márcio Melo/Seminf

Publicidade

Facebook