Estamos nas Redes

Prefeitura

Moura Tapajóz promove integração de 30 novos profissionais

Publicado

on

Com o objetivo de reforçar a importância das boas práticas no parto e no nascimento, as normas, fluxos e rotinas dos setores da maternidade, a importância da prática da amamentação e os serviços oferecidos, como o de planejamento reprodutivo e de atendimento às vítimas de violência sexual, a Maternidade Dr. Moura Tapajóz (MMT), da Prefeitura de Manaus, promove, nesta terça e quarta-feira, 28/2 e 1º/3, o acolhimento e integração de 30 novos profissionais.

Os trabalhadores, que incluem auxiliares de enfermagem, enfermeiros, auxiliares de patologia clínica, assistentes em administração e médicos, foram convocados após aprovação e chamada do concurso público realizado em 2022 ou ainda relotados de outras unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como parte do processo de reorganização de sua rede de serviços e de seus processos de trabalho.

Todos os gestores e representantes de cada um dos setores existentes na unidade apresentaram suas estruturas, funções, propósitos, fluxos e serviços. “Sabemos da importância de promover a integração e o acolhimento dos novos profissionais à estrutura da Maternidade Dr. Moura Tapajóz e de fazê-los conhecer não só nossa cultura e estrutura organizacionais, como também todos os protocolos que utilizamos no cuidado com as mães e com os bebês”, destacou a diretora da MMT, Núbia Cruz.

A chefe do setor de Gestão e Regulação do Trabalho na Saúde, Natália Teixeira, destacou a necessidade de os novos trabalhadores terem consciência do objetivo primordial de suas funções: servir a sociedade.

“A integração é necessária para que os novos profissionais se ambientem, internalizem suas funções, direitos e deveres, mas não podemos perder de vista esse, que é nosso propósito maior como servidores públicos. Não podemos apenas atender, devemos fazer a diferença positivamente na vida de cada um que vem até nossa unidade”, explicou Natália.

Texto – Marcella Normando/Semsa

Fotos – Divulgação/Semsa

Publicidade

Facebook