Estamos nas Redes

Prefeitura

Mais de 260 pessoas são inseridas no mercado de trabalho pelo Sine Manaus em setembro

Publicado

on

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), encerra o mês de setembro com mais de 260 pessoas inseridas no mercado de trabalho, por meio do Sine Manaus. Desde o início do ano, aproximadamente 4 mil oportunidades foram disponibilizadas e mais de 1.600 pessoas foram empregadas.

Somente nestes 30 dias, 400 vagas de emprego foram ofertadas, com aproximadamente mais de mil encaminhamentos e a colocação de 266 trabalhadores no mercado de trabalho desde o dia 1° do mês de setembro.

As ações tiveram por objetivo aumentar o índice de empregabilidade, abrindo uma janela de oportunidades por intermédio das vagas de emprego, constituindo renda fixa para vários cidadãos manauenses.

“No mês de setembro, destacamos as vagas para os PcDs (Pessoas com Deficiência), que tiveram um aumento considerável e a quantidade de trabalhadores inseridos, tanto para essa categoria quanto para as demais, cresceu neste mês. Nossa projeção de oportunidades para o ano de 2021 está em crescimento, e com a chegada das vagas temporárias no fim do ano, a probabilidade deste aumento será ainda maior”, salienta o diretor do Sine Manaus, Leandro Neves.

Criado como o setor de empregabilidade, o Sine Manaus também apresenta um crescimento para as vagas destinadas aos PcDs. O departamento pretende aumentar o número desses trabalhadores inseridos no mercado, cujos dados do mês de setembro somaram 98 vagas oferecidas e 32 pessoas empregadas.

“O Sine Manaus ajuda muitas pessoas com necessidades especiais que estão procurando uma oportunidade. Parabéns à prefeitura e à equipe que está à frente da Semtepi, vocês não imaginam o bem que nos fazem”, declara o empreendedor Jandelson Oliveira, 45. Exemplo de trabalhador PcD, Jandelson foi reinserido este ano no mercado de trabalho, por meio do Sine Manaus.

Nacional

O Sine é o Sistema Nacional de Emprego. Ele é mais do que um órgão, mas toda uma política pública voltada, para que as pessoas consigam um trabalho e a independência financeira.

Texto – Fabiane Monteiro / Semtepi

Foto – Marcely Gomes / Semcom

Publicidade

Facebook