Estamos nas Redes

Política

Parlamentar defende projeto que proíbe a instalação de medidores na capital amazonense

Publicado

on

O vereador Joelson Silva (Patriota), durante sessão plenária nesta segunda-feira (13/03), na Câmara Municipal de Manaus (CMM), subscreveu o Projeto de Lei (PL) 375/2022, que proíbe a instalação de medidores de energia na capital.

Para Joelson Silva a instalação de medidores aéreos é uma pauta que tem sido reprovada pela população e gerado várias discussões na Casa Legislativa.

“Esta é uma Lei bastante inteligente para alcançar um propósito, parabenizo o presidente Caio André (PSC), e destaco aos nossos colegas que essa é uma Lei que merece a subscrição de todos os vereadores desta casa. A Lei vai terminar o que nós estamos acompanhando há algum tempo, a repulsa da sociedade em relação aos medidores de energia. Isso é um fato que ninguém concorda, a sociedade tem se revoltado com a instalação dos medidores e ainda temos os problemas com questões das fiações que deixam feia nossa cidade”, destacou o vereador.

Na ocasião, o parlamentar indagou o porquê da insistência da instalação dos medidores, já que a mesma é reprovada pela sociedade.

“É muito estranho essa insistência. Eu tenho certeza que isso não é para fazer o bem ao consumidor, até porque não dá para subir no poste e verificar a energia que está sendo usada pelo consumidor na sua residência. É muito complicado, o consumidor tem direito de saber e acompanhar. Estou com a sociedade, porque quem é o patrão da Amazonas Energia? É o povo o patrão, então se o povo repudia, não quer, todas as vezes se revolta contra, porque a insistência? Eles prestam um serviço à população e insistem em se posicionar dessa forma, contrariando algo mais uma vez que gera revolta a população manauara”, enfatizou Joelson Silva.

O Projeto de Lei é de autoria do presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Caio André, após receber aprovação do parecer favorável da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR), nesta segunda-feira, foi encaminhado para análise na Vai à 3ª Comissão de Finanças, Economia e Orçamento.

Texto: Eriana Monteiro – Assessoria de Comunicação do vereador
Foto: Dicom/CMM

Publicidade
Publicidade

Facebook