Estamos nas Redes

Política

Moradores do Jorge Teixeira abraçam campanha de Amazonino Mendes e Beto Michiles e gritam ‘Fora, Wilson’

Publicado

on

Candidato a vice-governador Humberto Michiles foi recebido com festa na Zona Leste de Manaus

Com gritos de “Fora, Wilson”, moradores e comerciantes do bairro Jorge Teixeira, 4ª etapa, zona leste de Manaus, abraçaram a candidatura de Amazonino Mendes (Cidadania), candidato ao governo do Amazonas, no fim da tarde desta quarta-feira (15/09), durante caminhada liderada pelo candidato a vice-governador Humberto Michiles (PSDB) e pelo candidato Ednailson Rozenha (PMB), que concorre ao cargo de deputado estadual.
“Vocês estão lutando por um Amazonas melhor. Com mais segurança, com mais saúde, com mais respeito pelo povo, para que não morram crianças e nem ninguém por falta de oxigênio. Juntos, unidos, vocês são os patrões para botar este governador no seu devido lugar, porque o lugar dele não é mandando no nosso povo”, disse Humberto Michiles.

De acordo o candidato a deputado estadual Ednailson Rozenha, a decisão por marchar junto a Amazonino Mendes e Humberto Michiles se deu pela justiça ao legado erguido pelo ex-governador.
“Graças a Deus, eu ouvi a razão e o meu coração e decidi apoiar Amazonino Mendes. Eu estou do lado de cá porque aqui é o lado certo, dos justos. Amazonino construiu a UEA”, disse Rozenha.

A dona de casa Cristiane Abreu criticou a atual gestão do Executivo Estadual e disse que o “novo” abandonou o povo. “Ele é o cara. Nunca esqueço desde criança quando o Amazonino dava material escolar. Nós, hoje, estamos padecendo porque nós não sabemos votar. Hoje, a comunidade não tem policiamento, não se tem ajuda de ninguém. A saúde é uma porcaria. Estou aguardando exames dos meus joelhos para fazer uma cirurgia há quase 3 anos e até hoje não consegui. O novo lascou o povo”, comentou Cristiane Abreu.

Plano

Durante a caminhada, Humberto destacou aos moradores e comerciantes os projetos para tirar o Amazonas do Mapa da Fome, como o estímulo à geração de emprego e renda; aumento do valor do auxílio estadual para R$ 450; adicional financeiro às mães que são chefes de família; expansão do programa Leite do Meu Filho para todo o estado; apoio aos pequenos e micros empreendedores; reestruturação e ampliação da rede estadual de saúde; entre outras ações.

Publicidade

Facebook