Estamos nas Redes

ELEIÇÕES 2024

Associação de mulheres declara apoio à pré-candidatura de Maria do Carmo

Publicado

on

“A professora Maria do Carmo é uma mulher visionária, empreendedora, que mudou a vida de muitas pessoas e tenho certeza que pode trazer esse olhar social e a transformação que a gente deseja para Manaus”, as palavras de incentivo foram ditas por Silvana Colares, que é presidente e fundadora do Centro de Referência e Amparo à Mulher “Mãe Célia Colares” – CRAMER, localizado no bairro Aparecida, zona Sul da capital.

Nesta terça-feira, 16/4, a pré-candidata à Prefeitura de Manaus pelo Partido Novo, Maria do Carmo Seffair, esteve conhecendo a sede e os projetos do Centro Cramer, que presta assistência às mulheres que sofrem violência doméstica, realizando palestras, atendimentos psicológicos, pedagógicos, jurídicos e sociais.

“Foi uma alegria imensa saber do trabalho de mulheres tão valorosas em prol de outras mulheres, e mais ainda receber o reconhecimento e apoio aos ideais que acredito”, disse a professora Maria do Carmo.

Pautas sobre educação, saúde, moradia e mais oportunidade foram debatidas durante o encontro, sempre com foco no cuidado com as mulheres.

“Eu sempre digo que nós somos as grandes administradoras dos nossos lares, porque além da casa, cuidamos dos filhos, das contas, da organização da família… temos nossos trabalhos e esse talento nato para conciliar várias atividades. Essa é a prova de que nós podemos fazer muito e precisamos buscar melhores oportunidades”, destacou Maria do Carmo.

O Centro de Referência e Amparo à Mulher “Mãe Célia Colares” – CRAMER é uma Organização da Sociedade Civil, fundada em 28 de junho de 2010, sem fins lucrativos, tendo por finalidade, prestar assistência às mulheres que sofrem violência doméstica. Em seus 12 anos de existência, o Centro já atendeu mais de 2 mil mulheres em situação de risco social e pessoal e ainda em condição de vulnerabilidade, além de atender cerca de 2,5 mil famílias.

O espaço homenageia Célia Colares, que foi vítima de violência doméstica durante 18 anos pelo seu cônjuge e, apesar de todos os percalços de sofrimentos, lutou para custear sozinha a criação de oito filhos depois de vir da cidade de Santarém (PA) para Manaus, capital do Amazonas.

Fotos: Divulgação

Publicidade

Facebook