Estamos nas Redes

Política

ASPROM/SINDICAL emite Nota de Repúdio contra vereador Eduardo Alfaia, que defende reajuste ‘de troco’ para professores

Publicado

on

Após um pronunciamento lamentável do vereador Eduardo Alfaia (PMN), líder do prefeito David Almeida na Câmara Municipal de Manaus, a cidade foi palco de uma reação intensa por parte dos professores e pedagogos. O vereador, ao defender a proposta do prefeito de um reajuste salarial vergonhoso e humilhante de apenas 1,25% para os educadores, demonstrou uma incoerência flagrante ao mesmo tempo em que se coloca como representante do povo e defensor dos interesses da população.

A atitude do vereador foi considerada indecente e infeliz pela diretoria do Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas de Manaus – ASPROM/SINDICAL, que emitiu uma nota de repúdio contra as declarações de Alfaia e reafirmando seu compromisso em lutar pelos direitos dos trabalhadores da educação.

Leia abaixo a nota

NOTA DE REPÚDIO

VEREADOR EDUARDO ALFAIA, RESPEITE OS PROFESSORES!

O Sindicato dos Professores e Pedagogos das Escolas Públicas de Manaus – ASPROM/SINDICAL vem através desta repudiar veementemente o pronunciamento do vereador Eduardo Alfaia, líder do prefeito David Almeida na Câmara Municipal de Manaus, por ter solicitado aos dirigentes do ASPROM/SINDICAL que abram mão do reajuste salarial de 1,25%, como se somente os dirigentes sindicais estivessem insatisfeitos com o percentual de reajuste que o prefeito está oferecendo.

Sr. Vereador, que é chamado de Vossa Excelência, mas que não faz jus ao cargo que ocupa, saiba que toda a categoria do Magistério está se sentindo humilhada e desrespeitada com a proposta do prefeito Davi Almeida, que o senhor defende com tanta veemência à ponto de ser leviano e dizer a trabalhadores que abram mão de seus direitos.

O senhor sabe que o Sindicato expressa a fala dos trabalhadores, no caso o ASPROM/SINDICAL foi à CMM junto com os professores, justamente para denunciar a pouca vergonha do prefeito em oferecer tão ínfimo reajuste aos professores que ele diz valorizar, e pedir apoio dos vereadores para que rejeitem o projeto de 1,25% quando o mesmo chegar na Casa Legislativa Municipal, pois os professores merecem ser valorizados.

Vereador Eduardo Alfaia, o senhor, deveria ter vergonha de afrontar os dirigentes sindicais e em extensão toda a categoria do Magistério. O senhor, vereador Eduardo Alfaia é mais um que se torna “persona nom grata” diante da categoria dos professores, pois não consegue entender o que é desvalorização salarial, visto que o senhor recebe um salário bem elevado e ainda desfruta das mordomias e altas somas de auxílios enquanto vereador.

Dizemos ao senhor que o ASPROM/SINDICAL permanecerá fazendo a defesa da categoria dos professores e pedagogos de Manaus e não é o senhor e nem ninguém que irá nos calar.

Desejamos imensamente que o senhor não mais se reeleja a cargo político, pois és uma vergonha para toda a população manauara.

Respeite os professores, senhor Eduardo Alfaia.

A DIRETORIA

Manaus, 02 de abril de 2024.

Publicidade

Facebook