Estamos nas Redes

Polícia

PC-AM prende dono de estabelecimento por homicídio duplamente qualificado

Publicado

on

O infrator estava foragido há 15 anos da Justiça do Estado do Ceará

Erlon Rodrigues/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu, na tarde de segunda-feira (27/02), por volta das 14h, mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de Higor Geraldo Amaral Benevides, 40, por homicídio duplamente qualificado que vitimou Cícero Augusto Pereira e Francisco Stélio Ferreira Júnior. O crime ocorreu em 14 de dezembro de 2002, no quilômetro 13 da Rodovia Federal BR-116, no Estado do Ceará.

De acordo com o delegado Thomaz Vasconcelos, titular da unidade policial, a prisão ocorreu após a equipe do 22º DIP receber denúncias anônimas, informando que o autor da ação criminosa respondia por um grave delito em outra unidade da federação, e estava residindo em Manaus.

“Iniciamos as investigações e identificamos que Higor estava foragido há 15 anos do Poder Judiciário do Ceará. Além disso, constatamos que havia um processo com o mandado de prisão definitiva em aberto, ocasião em que saímos em diligências e conseguimos prender o indivíduo”, disse.

O titular disse que Higor foi preso em seu estabelecimento, endereçado na zona centro-sul.

Sobre o crime

Segundo a autoridade policial, consta nos autos que, na ocasião do crime, as vítimas estavam trafegando pela rodovia em um carro Saveiro, cor branca, quando houve a colisão com um veículo Gol, cor branca, no qual Higor se encontrava.

“Após a batida, as vítimas foram coagidas a saírem do carro e, em seguida, o infrator atingiu as vítimas com disparos de arma de fogo, ocasionando o óbito delas no local do crime”, falou.

Procedimentos

Higor Benevides foi condenado a 26 anos de reclusão por homicídio duplamente qualificado e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Publicidade

Facebook