Estamos nas Redes

Polícia

Motociclista envolvido em caso de abuso é morto a tiros no bairro Jorge Teixeira

Publicado

on

Um homem de 26 anos, que havia exposto suas partes íntimas a uma adolescente de 16 anos e também feito outras três vítimas em Manaus no ano de 2023, foi fatalmente baleado com 12 tiros na noite do último sábado (11) no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste.

De acordo com a Polícia Militar, o pai da adolescente relatou que um suspeito compareceu ao local do crime, uma oficina e borracharia, efetuou os disparos e em seguida fugiu.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) confirmou o óbito no local e o Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo do homem.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) ficará encarregada de investigar os motivos que levaram à morte do motociclista.

Relembre o caso

Em julho de 2023, o homem foi flagrado por câmeras de segurança ao seguir uma adolescente e se masturbar na frente dela no bairro Alfredo Nascimento, Zona Norte de Manaus.

À época, a Polícia Civil divulgou que o homem havia feito mais três vítimas. Duas crianças de 9 anos e uma mulher de 37 anos registraram Boletim de Ocorrência (BO) contra o suspeito.

No momento da prisão, o homem confessou os crimes, e alegou ser usuário de drogas e que estava embriagado durante os atos.

“Duas crianças de nove anos relataram que estavam brincando sozinhas no pátio da casa, no bairro Braga Mendes, quando um homem vestido de motociclista parou em frente ao pátio e começou a mostrar as suas partes íntimas para elas. Assustadas, as crianças acabaram gritando e esse homem acabou fugindo”, detalhou a delegada Joyce Coelho.

A autoridade policial também revelou que quatro inquéritos foram abertos contra o homem.

“A família dele veio até a delegacia. Ele confessou os quatro crimes. Disse que se recorda e que tinha consumido drogas e bebidas alcoólicas. Afirmou ainda, que quando consumia bebida e drogas, não conseguia se conter”, explicou Joyce Coelho.

Denúncia do Ministério Público

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) denunciou o mototaxista. Para o promotor de Justiça, Rodrigo Miranda Leão Júnior, as investigações demonstraram que o suspeito tinha um modus operandi.

“A escolha de crianças ou adolescentes do sexo feminino, a masturbação na frente da vítima e a prática do crime em via pública que possibilitasse fuga imediata por meio da motocicleta”, disse.

Na ocasião, com a denúncia, o Ministério Público aguardava a decisão da Justiça em aceitar ou não o pedido.

Foto: Reprodução / Rede Social

Publicidade

Facebook