Estamos nas Redes

Polícia

Homem é condenado a mais de 30 anos por crimes praticados contra filha e esposa

Publicado

on

Crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e estupro ocorreram em Parintins, em 2000

PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu, na segunda-feira (27/02), Leor Pereira de Souza Neto, 59, que estava foragido da Justiça pelos crimes de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e estupro, praticados contra sua filha e esposa. Ele foi condenado a mais de 30 anos pelos crimes, ocorridos em março de 2000, no município de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus).

A prisão ocorreu na avenida Manaus 2000, bairro Japiim, zona sul de Manaus, após as equipes de investigação receberem denúncias pelo 181, disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Em coletiva de imprensa, o delegado Ricardo Cunha, titular da DEHS, comentou que a adolescente de 13 anos era abusada sexualmente pelo pai, e relatou os abusos para sua mãe. Após isso, ambas tentaram fugir de casa. Nessa ocasião, Leor descobriu o plano de fuga e tentou assassiná-las com um disparo de espingarda, mas a arma falhou; nesse momento a esposa travou luta corporal com ele, mas foi atingida com um soco e desmaiou.

“Após isso, ele perseguiu a filha com uma faca e a golpeou na região da nuca. Ela não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. Esse crime bárbaro chocou a população de Parintins na época”, informou o delegado.

Segundo a autoridade policial, o indivíduo chegou a ser preso e condenado, mas passou a responder em liberdade, quando fugiu da cidade, passando a ser considerado foragido da Justiça. Foi verificado que ele estava morando em Manaus, e inclusive, já tinha uma nova família.

Procedimentos

O homem responderá por homicídio qualificado, tentativa de homicídio e estupro. Ele será encaminhado à audiência de custódia e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Publicidade

Facebook