Estamos nas Redes

Internacional

Israel reivindica morte de número dois do braço armado do Hamas

Publicado

on

Marwan Issa, “um dos organizadores do massacre de 7 de outubro”, foi “eliminado num ataque que realizámos há duas semanas”, adiantou o porta-voz das Forças de Defesa de Israel.

O Exército israelita reivindicou esta terça-feira a morte do número dois do braço armado do movimento islamita palestiniano Hamas, Marwan Issa, num ataque que realizou há duas semanas em Gaza.

Marwan Issa, “um dos organizadores do massacre de 7 de outubro”, foi “eliminado num ataque que realizámos há duas semanas”, adiantou o porta-voz das Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) Daniel Hagari, numa conferência de imprensa em que confirmou informações divulgadas pela Casa Branca em 18 de março.

Este líder do braço armado do movimento islamita palestiniano foi “eliminado num ataque complexo e preciso da Força Aérea, com base em inteligência do Exército e do Shin Beth”, os serviços secretos israelitas, detalhou o contra-almirante.

Foto: RONEN ZVULUN

Publicidade

Facebook