Estamos nas Redes

Internacional

Ex-policial condenado pela morte de George Floyd nos Estados Unidos é esfaqueado

Publicado

on

O ex-policial foi esfaqueado por outro detento em uma prisão federal no estado do Arizona

O ex-policial Derek Chauvin, condenado pelo assassinato de George Floyd nos Estados Unidos, foi gravemente ferido em um ataque com faca na prisão nesta sexta-feira (24), de acordo com informações divulgadas pela Associated Press (AP), citando uma fonte familiarizada com o assunto.

Chauvin, que trabalhava como policial em Mineápolis, foi condenado a 22 anos e meio de prisão pelo assassinato de Floyd, um homem negro, em maio de 2020, desencadeando uma série de protestos contra o racismo nos Estados Unidos e globalmente.

Segundo a AP, o ex-policial foi esfaqueado por outro detento em uma prisão federal no estado do Arizona. A penitenciária tem enfrentado críticas recentes devido a falhas na segurança e escassez de pessoal.

A agência federal responsável pela administração das prisões nos Estados Unidos afirmou que os funcionários conseguiram conter o incidente e tomaram “medidas para salvar vidas”. Chauvin foi levado ao hospital, e outros detalhes não foram divulgados.

As visitas à prisão foram suspensas, e o FBI foi notificado do incidente. Até o momento desta reportagem, os advogados do ex-policial não haviam emitido declarações.

Na semana passada, a Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou um recurso contra a condenação de Chauvin por homicídio. Simultaneamente, sua defesa tenta apresentar novas evidências para contestar sua responsabilidade na morte de Floyd.

Chauvin foi gravado pressionando o joelho contra o pescoço de Floyd em uma rua, em frente a uma loja de conveniência. Outros três policiais presentes também foram condenados, recebendo penas menores.

Foto: Reprodução

Publicidade

Facebook