Estamos nas Redes

Internacional

Europa monta frota de aviões para combater incêndios na União Europeia

Publicado

on

Plano de prevenção vai posicionar 556 bombeiros de 12 países em locais estratégicos. Ano de 2023 teve uma das piores épocas de incêndios florestais já registradas na UE.

Portugal contribui com dois aviões para a frota especial da União Europeia (UE) de combate a incêndios florestais, no âmbito do plano de prevenção que vai posicionar 556 bombeiros de 12 países em locais estratégicos.

Segundo um comunicado divulgado nesta terça-feira (14) pela Comissão Europeia, o contingente de bombeiros serão colocado em locais estratégicos da UE – como Portugal, Espanha, França e Grécia –, e estará pronto a ajudar no combate aos incêndios.

Em segundo lugar, a UE constituiu uma frota especial, para este verão, composta por 28 aviões de combate a incêndios e quatro helicópteros em dez Estados-membros, incluindo Portugal, com dois aviões.

A Comissão Europeia destinou também um pacote financeiro de € 600 milhões para facilitar a aquisição de mais 12 aeronaves, que serão repartidas entre seis países do bloco.

O ano de 2023 teve uma das piores épocas de incêndios florestais já registradas na UE, o que justificou reforçar a frota aérea de combate ao fogo.

O Mecanismo de Proteção Civil da UE foi ativado 10 vezes no ano passado, chamando o bloco a colaborar quer no combate a incêndios em Estados-membros e participantes (Islândia, Noruega, Sérvia, Macedónia, Montenegro, Turquia, Bósnia-Herzegovina, Albânia, Moldavia e Ucrânia), quer em países terceiros como Chile, Bolívia e Canadá.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Facebook