Estamos nas Redes

Internacional

Estudo revela presença generalizada de substâncias químicas nocivas em alimentos

Publicado

on

A organização sem fins lucrativos norte-americana Consumer Reports revelou recentemente que a presença generalizada de plásticos em alimentos apresenta riscos à saúde, instigando um apelo aos órgãos reguladores para reavaliarem a segurança dos plásticos utilizados na produção de alimentos. Em um estudo, a ONG testou 85 produtos de supermercados e fast foods, encontrando em 84 deles a presença de ftalatos, plastificantes conhecidos que tornam o plástico mais durável.

Além disso, a Consumer Reports identificou que 79% das amostras continham bisfenol A (BPA) e outros bisfenóis, embora em níveis mais baixos do que em testes anteriores realizados em 2009. Embora os níveis de ftalato encontrados estejam dentro dos limites estabelecidos por reguladores dos EUA e Europa, a ONG ressaltou a falta de consenso científico sobre níveis seguros.

Tanto ftalatos quanto bisfenóis têm o potencial de interferir na produção e regulação de hormônios, aumentando o risco de defeitos congênitos, câncer, diabetes, infertilidade e outros problemas de saúde. Produtos como Cheerios, Gerber e Yoplait apresentaram níveis elevados de ftalatos, assim como hambúrgueres, nuggets e batatas fritas de redes de fast food como Wendy’s, Burger King e McDonald’s.

A Consumer Reports destacou variações significativas entre produtos semelhantes, como os níveis de ftalatos quatro vezes mais altos nos Chicken Nuggets do Wendy’s em comparação com os do McDonald’s. James Rogers, responsável pelos testes de segurança da organização, enfatizou que apesar da presença difundida desses produtos químicos, é possível reduzir sua quantidade nos alimentos.

A ONG instou a Agência de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) e outros órgãos a realizar uma reavaliação urgente sobre os riscos dos plastificantes, considerando-a crucial e há muito tempo esperada. Até o momento, a General Mills, Burger King e Wendy’s não responderam aos pedidos de comentários, enquanto Gerber e McDonald’s afirmaram seguir rigorosos requisitos regulatórios e testes de produtos químicos em suas embalagens.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Facebook