Estamos nas Redes

Internacional

Alimentos básicos em Gaza podem acabar em três dias, alerta ONU

Publicado

on

Equipes fizeram apelo para aumento de envios humanitários na região

O Programa Alimentar Mundial (PAM) das Nações Unidas emitiu um alerta nesta segunda-feira, 6, indicando que os suprimentos de alimentos essenciais para a população na Faixa de Gaza podem se esgotar em três dias. Apesar da recente abertura da passagem de Rafah com o Egito, as equipes de ajuda humanitária denunciam que o envio de recursos humanitários ainda é inadequado para atender às necessidades de todos os residentes da região. A diretora executiva do PAM, Cindy McCain, expressou sua preocupação, afirmando que embora o fluxo de alimentos e ajuda do Egito para Gaza esteja aumentando, ainda está longe de ser suficiente. Ela ressaltou que as necessidades são enormes e o desespero na região está aumentando. Ela destacou: “Neste momento, os pais em Gaza não sabem se poderão alimentar seus filhos hoje e se sobreviverão para ver o amanhã.”

Diante dessa situação crítica, Cindy McCain fez um apelo urgente para um aumento significativo no número de caminhões humanitários autorizados a entrar em Gaza, uma vez que a região enfrenta milhões de deslocados e feridos. Até o momento, apenas 451 veículos conseguiram cruzar a fronteira, e muitos desses carregamentos foram afetados pelos bombardeios israelenses. Ela enfatizou que a crise em Gaza não é apenas uma tragédia local, mas também um lembrete contundente de que a crise alimentar global está se agravando. Ela ressaltou que essa crise não apenas ameaça a paz e a estabilidade na região, mas também mina os esforços coletivos para combater a fome em todo o mundo. Portanto, é crucial que a comunidade internacional continue a trabalhar em conjunto para garantir um acesso seguro e sustentável a Gaza em uma escala que esteja à altura das condições catastróficas enfrentadas pela população.

Foto: Reprodução

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Facebook