Estamos nas Redes

Esportes

Flamengo vence Fluminense por 2 a 0 e assume liderança isolada da Taça Guanabara

Publicado

on

O Flamengo está se aproximando cada vez mais da conquista da Taça Guanabara. Com uma atuação inspirada no segundo tempo e gols de Pedro e Everton Cebolinha, o Rubro-Negro derrotou o Fluminense por 2 a 0 no clássico deste domingo, no Maracanã, pela 10ª rodada da competição, assumindo a liderança isolada do campeonato.

Com este resultado, a equipe de Tite chegou aos 24 pontos e precisa apenas de um empate contra o Madureira para confirmar o título da Taça Guanabara (primeira fase do Carioca). Já os tricolores, com 21 pontos, precisam fazer cálculos. Além de vencerem o clássico contra o Botafogo e torcerem contra os rubro-negros, precisam alcançar um saldo de gols expressivo (19 contra oito).

Antes disso, o time das Laranjeiras entra em campo na quinta-feira, quando disputa a Recopa Sul-Americana contra a LDU, de Quito, no Maracanã. A equipe equatoriana venceu o primeiro jogo por 1 a 0. Os comandados de Fernando Diniz farão seu último jogo na primeira fase do Campeonato Carioca em um clássico contra o Botafogo.

O jogo

Os embates acirrados e a dificuldade de engatar jogadas marcou o início do Fla-Flu. A equipe de Tite pressionava a defesa adversária e apostava em investidas com Arrascaeta e Everton Cebolinha, mas penava para encontrar Pedro. Os tricolores lançavam Arias e Douglas Costa, mas a bola não chegava com precisão a Germán Cano.

O Tricolor das Laranjeiras esteve bem perto de celebrar um gol. Jhon Arias cobrou falta e Rossi se desdobrou para espalmar. Em seguida, Douglas Costa cruzou e Thiago Santos escorou. A bola encobriu Rossi e, depois de carimbar a trave e desviar em Varela, balançou a rede. Porém, o gol foi anulado com auxílio do VAR, que apontou impedimento de Thiago Santos no início da jogada.

Aos poucos, o Flamengo encontrou atalhos e buscou chances com Pedro, Léo Pereira e Ayrton Lucas. Em seguida, Luiz Araújo se desvencilhou da marcação, avançou e, depois da dividida, Varela tentou concluir, mas Marlon se antecipou. Após novo lançamento, Pedro se enrolou ao tentar uma bicicleta e Arrascaeta não aproveitou a sobra. A equipe de Fernando Diniz passou por apuros na reta final, quando Fábio recebeu no limite uma bola recuada e quase viu Pedro e Arrascaeta levarem a melhor na dividida.

O técnico Fernando Diniz promoveu uma série de mudanças no Fluminense na volta do intervalo. A equipe esboçou tentativas com Diogo Barbosa e Douglas Costa. Só que a euforia veio do lado rubro-negro.

Após passe de Everton Cebolinha, Ayrton Lucas levou a melhor sobre a marcação, fez o cruzamento rasteiro e encontrou Pedro na direita. Livre, o camisa 9 teve tranquilidade para balançar a rede aos sete minutos.

A equipe de Tite esteve próxima de ampliar o placar logo em seguida. De la Cruz cobrou falta e a bola passou rente à trave. Aos trancos e barrancos, os tricolores tentaram se reorganizar em campo e tiveram oportunidades. Germán Cano ajeitou a bola e chutou, mas a bola esbarrou em Fabrício Bruno. Em seguida, Alexsander avançou e bateu rasteiro, fazendo Rossi cair para espalmar.

Só que o Rubro-Negro se mostrou decisivo em grande estilo. De la Cruz aproveitou um espaço e serviu Arrascaeta. O camisa 14 deu passe de letra até Pedro que, também de letra, serviu Everton Cebolinha. O atacante arriscou de fora da área e Fábio, ao tentar espalmar, desviou para dentro da meta aos 29 minutos.

Enquanto os tricolores avançavam de maneira atabalhoada, apostando na velocidade de John Kennedy e Terans, a equipe de Tite cadenciava o jogo e ficou próxima do terceiro gol. Fábio se enrolou na reposição de um recuo e deixou a bola sobrar para Arrascaeta. O camisa 14 arriscou do meio de campo e a bola passou rente à trave.

Na reta final, Victor Hugo ainda exigiu o goleiro tricolor em conclusão rasteira. Mas o resultado foi suficiente para garantir o Rubro-Negro na liderança isolada da Taça Guanabara.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2×0 FLUMINENSE

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 25 de fevereiro de 2024
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Yuri Elino Ferreira da Cruz
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Cláudio Regazone
VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Renda / Público: R$ 2.763.177 / 51.996 ingressos comercializados (55.401 presentes)

Cartões amarelos: Erick Pulgar, Arrascaeta (Flamengo), Thiago Santos, Douglas Costa e Lima (Fluminense)

Gols: Pedro, aos 7 minutos do segundo tempo, Everton Cebolinha, aos 29 minutos do segundo tempo (Flamengo)

FLAMENGO: Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas (Viña); Erick Pulgar, De la Cruz (Igor Jesus) e Arrascaeta; Luiz Araújo (Bruno Henrique), Pedro (Gabigol) e Everton Cebolinha (Victor Hugo)
Técnico: Tite
FLUMINENSE: Fábio; Guga (Lima), Marlon (Antônio Carlos), Thiago Santos (Alexsander) e Diogo Barbosa; André, Martinelli e Renato Augusto (Terans); Jhon Arias, Douglas Costa (John Kennedy) e Germán Cano
Técnico: Fernando Diniz

Publicidade

Facebook