Estamos nas Redes

Esportes

Flamengo domina e vence Nova Iguaçu por 3 a 0, abrindo vantagem na final do Campeonato Carioca

Publicado

on

O Flamengo deu mais um passo em direção ao título do Campeonato Carioca. Neste sábado, o Rubro-Negro venceu o Nova Iguaçu por 3 a 0 no Maracanã, abrindo vantagem na decisão do Estadual. Pedro, artilheiro do Carioca, se destacou novamente, marcando dois gols e contribuindo para o terceiro, um gol contra de Ronald.

O Nova Iguaçu, surpresa desta edição do Campeonato Carioca ao ficar em segundo lugar na Taça Guanabara e eliminar o Vasco na semifinal, tentou resistir ao Flamengo, mas foi derrotado no primeiro jogo da final. Agora, a missão do time da Baixada Fluminense se tornou ainda mais difícil. O Rubro-Negro pode até perder por dois gols de diferença e ainda assim garantir o título.

A equipe comandada por Tite demonstrou mais uma vez solidez em campo. O Flamengo controlou o jogo e soube punir o adversário. A defesa continua impenetrável, embora Rossi tenha sido mais exigido, fazendo três defesas neste sábado.

O Flamengo, maior campeão do Campeonato Carioca com 37 títulos, está próximo de mais uma conquista. O segundo jogo da final está marcado para domingo, dia 7, às 17h (horário de Brasília), no Maracanã. Antes disso, o Flamengo tem sua estreia na Libertadores. Na terça-feira, o Rubro-Negro visita o Millonarios, da Colômbia, no Estádio El Campín, em Bogotá, às 19h (de Brasília).

O duelo entre Nova Iguaçu e Flamengo

O jogo começou franco. Aos três minutos, Carlinhos, futuro reforço do Flamengo, cabeceou para fora, após cruzamento da esquerda. O Rubro-Negro vacilava na frente. Luiz Araújo, aos seis, demorou a se decidir e permitiu a defesa do Nova Iguaçu cortar.

Carlinhos tentou novamente aos sete minutos. Ele arriscou de fora da área. A bola foi por cima. O Fla quase abriu o placar aos nove minutos. Após cobrança de escanteio, Pedro desviou de letra e viu Fabrício fazer grande defesa. Na sequência, em novo levantamento para a área, Fabrício Bruno ganhou pelo alto. A bola beijou a trave antes de sair.

Aos 12, Cebolinha teve espaço para avançar, mas errou o toque para Arrascaeta, que invadiu a área. Cinco minutos depois, após bela trama, Ayrton Lucas entrou na área pela esquerda e foi tocado por Albert. Ele caiu na sequência. Pênalti. Pedro cobrou e abriu o placar no Maracanã. Foi o décimo gol dele no torneio, do qual é o artilheiro.

O Nova Iguaçu fez Rossi trabalhar aos 32 minutos. Xandinho arriscou da entrada da área e o goleiro argentino mandou para escanteio. O Flamengo teve tudo para ampliar o placar aos 41 minutos. Luiz Araújo ganhou pela direita e cruzou para Pedro. Fabrício fez grande defesa e salvou. Na sequência, após rebote, Cebolinha tentou driblar o goleiro, que foi bem novamente e travou o atacante.

Aos 45, Rossi trabalhou outra vez. Yan arriscou de longe. O goleiro argentino espalmou para fora. Um minuto depois, Rossi saiu mal do gol, mas deu sorte porque Sérgio Raphael mandou por cima, após cobrança de falta para a área. O Fla respondeu aos 48 minutos. Varela cruzou para a área. A zaga do Nova Iguaçu desviou. Arrascaeta ganhou pelo alto. Pedro, então, completou para o gol. Contudo, o VAR apontou impedimento do centroavante. O gol foi anulado.

O Flamengo ampliou logo aos sete minutos da etapa final. Luiz Araújo deu um bolão para Cebolinha. Ele cruzou para Pedro marcar. O 11º gol do artilheiro do Carioca foi duplamente especial. Foi também o de número 13 mil da história do Rubro-Negro.

Aos 23, Pedro não conseguiu alcançar cruzamento de Luiz Araújo, que desta vez caiu pela esquerda. Um minuto depois, Rossi espalmou finalização de Yago. Aos 30, Luiz Araújo cruzou da direita e Bruno Henrique, uma das alterações de Tite, cabeceou para fora.

O Flamengo ampliou aos 31 minutos. Arrascaeta, lançado pela direita, fez jogada na área. A bola sobrou para Pedro. Ele tentou dar um chapéu em Ronald, que tentou cortar, mas fez contra: 3 a 0. Aos 42, Victor Hugo, que entrou no lugar de Luiz Araújo, quase fez o quarto. Fabrício defendeu. Quatro minutos depois, o goleiro do Nova Iguaçu salvou desvio de Bruno Henrique. O Rubro-Negro está perto de mais um título carioca.

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30/03/2024, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Público e renda: 43.778 presentes / R$ 3.853.735,00
Árbitro: Alex Gomes Stéfano
Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Thiago Rosa de Oliveira Esposito
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Cartão amarelo: Albert e Igor Guilherme (Nova Iguaçu) e Varela e Pulgar (Flamengo)
Cartão vermelho: 
Gols: 
Flamengo: Pedro, aos 19′ do 1ºT e aos 7′ do 2ºT, e Ronald (gol contra), aos 31′ do 2ºT

NOVA IGUAÇU: Fabrício; Yan (Matheus Matias), Gabriel Pinheiro, Sérgio Raphael (Ronald) e Maicon (Sidney); Igor Guilherme (Fernandinho), Albert e Yago; Bill, Xandinho (Alegria) e Carlinhos. Técnico: Carlos Vitor.

FLAMENGO: Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar (Igor Jesus), De La Cruz (Allan) e Arrascaeta (Matheus Gonçalves); Luiz Araújo (Victor Hugo), Everton Cebolinha (Bruno Henrique) e Pedro. Técnico: Tite.

Publicidade

Facebook