Estamos nas Redes

Cidades

Manaus registra quinze ocorrências durante as chuvas desta segunda-feira

Publicado

on

No decorrer da segunda-feira, 6/5, o Centro de Cooperação da Cidade (CCC) atendeu a um total de 15 chamadas, em consequência das chuvas ocorridas na cidade. As solicitações foram recebidas através do Disque 199, que é o canal direto de comunicação com a Defesa Civil, operado 24 horas na sede do CCC.

As ocorrências foram prontamente encaminhadas às equipes de campo da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil Municipal (Sepdec), que é vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg), as quais responderam prontamente às áreas afetadas.

Durante as recentes precipitações em Manaus, diversas situações demandaram atenção das equipes de campo.

Foram registrados cinco casos de risco de desabamento, sendo três na zona Norte, um na zona Leste e um na zona Oeste. Além disso, houve dois desabamentos, um na zona Leste e outro na zona Norte. Observou-se também uma erosão na zona Centro-Sul, duas rachaduras, uma na zona Sul e outra na zona Oeste, além de dois casos de risco de deslizamento – um na zona Leste e outro na zona Norte. Houve ainda uma solicitação de vistoria na zona Oeste e um caso de alagamento na zona Leste. As equipes foram prontamente mobilizadas para lidar com esses incidentes em diversas áreas da cidade, visando garantir a segurança e o bem-estar da população.

Canal de atendimento 24 horas

Em caso de ocorrências, para assistência imediata, os cidadãos podem entrar em contato ligando para o Disque 199 (Defesa Civil), do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), que opera 24 horas.

 É importante ressaltar que o sistema atmosférico é dinâmico e a Prefeitura de Manaus continuará monitorando os dados de previsão para fornecer atualizações, caso haja alterações significativas.

Recomendações

É importante que os residentes de Manaus estejam preparados para as condições do mau tempo e adotem as precauções necessárias. Além disso, é recomendado evitar o acúmulo de água parada, visando prevenir a proliferação de mosquitos transmissores de doenças.

Ao dirigir em vias alagadas, é essencial reduzir a velocidade e manter uma distância segura do veículo à frente. Evite transitar por locais alagados e, se necessário, procure rotas alternativas.

Foto: Daniel Brandão/Freelancer/ACrítica

Publicidade

Facebook