Estamos nas Redes

Amazonas

Teatro Amazonas recebe pré-estreia de “Rio do Desejo”, filme gravado na Amazônia

Publicado

on

O longa foi gravado em Itacoatiara e é uma adaptação de obra literária amazonense

FOTO: Márcio James/SEC

O filme “O Rio do Desejo” foi exibido nesta terça-feira (07/03) em um dos principais pontos turísticos do estado, o Teatro Amazonas. A obra é uma adaptação do livro de contos do escritor amazonense Milton Hatoum, dirigido por Sérgio Machado e estrelada pelos atores Daniel de Oliveira e Sophie Charlotte.

“É muito importante essa pré-estreia, pela valorização do símbolo cultural que é esse teatro. Esse filme olha para Amazonas e olha pro Norte do país” disse a atriz Sophie Charlotte

Na trama, Dalberto (Daniel de Oliveira) é um comandante de barco que transporta um passageiro em uma longa viagem pelo Rio Negro. Durante esse período de ausência, Anaíra (Sophie Charlotte), parceira de Dalberto, acaba se aproximando dos irmãos dele. O longa foi gravado em 2019, na cidade de Itacoatiara (176 km de Manaus).

“A cidade abraçou a gente e entramos no convívio das pessoas. E hoje, talvez, seja a pré-estreia mais importante, porque a gente fez o filme no Amazonas. Estar com o público daqui é fundamental” afirmou o ator Daniel de Oliveira.

Adaptação de obra amazonense

A obra é uma adaptação do livro de contos “O Adeus do Comandante”, de Milton Hatoum. Nascido na capital amazonense, o manauara é um dos principais escritores na literatura brasileira contemporânea.

O autor premiado já escreveu romances, novelas, contos e crônicas ambientados na região norte do Brasil.

“É sempre uma alegria ter uma obra adaptada por um grande cineasta. É um filme belíssimo, foi rodado em Itacoatiara, com o apoio do povo. Acho que ele captou muitas coisas do Amazonas” comentou o escritor.

Questionado sobre o processo de adaptar o conto para o formato audiovisual, o cineasta e diretor do longa, Sérgio Machado, afirmou estar realizando um sonho.

“Foi um sonho o processo inteiro de trabalhar o roteiro com o Milton Hatoum. E a cidade foi carinhosa com a gente. Saímos completamente apaixonados por Itacoatiara. Eu queria atingir as pessoas que estão retratadas no filme. Estar aqui nesse teatro parece um sonho”

Público

Com plateia lotada, o público conferiu, de forma gratuita, a exibição do filme no Teatro Amazonas.

Uma das espectadoras, natural de Itacoatiara, Andreza Lamarão, chegou cedo na fila que se formou ao lado de fora do teatro para prestigiar o longa gravado em sua cidade.

“Foi muito legal receber os atores na cidade. É muito importante que essas iniciativas continuem levando o nome da nossa Itacoatiara e também do Amazonas” disse Andreza.

Publicidade

Facebook