Estamos nas Redes

Amazonas

Procura por passagens para Parintins dispara a um mês do Festival Folclórico

Publicado

on

Quem quer acompanhar a festa de perto precisa se apressar para garantir as passagens para a Ilha Tupinambarana.

A menos de um mês do Festival Folclórico de Parintins, a procura por passagens de barco e avião tem aumentado no Amazonas. Quem deseja acompanhar a festa de perto precisa se apressar para garantir as passagens para a Ilha Tupinambarana.

As ligações e mensagens de pessoas interessadas em viajar para Parintins estão se tornando mais frequentes para as agências da região.

O barco é um dos meios de transporte mais tradicionais e acessíveis para aqueles que desejam assistir de perto o festival folclórico.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Amazonas (Arsepam) estima que cerca de 140 embarcações, de diversos tipos e tamanhos, façam o trajeto entre a capital e a terra do Boi Bumbá.

Para os agentes de passagens que trabalham na zona portuária de Manaus, a expectativa é vender todos os pacotes.

Ainda há passagens disponíveis para serem vendidas, mas os camarotes de diversas embarcações já estão praticamente esgotados. Para ficar em uma suíte, por exemplo, um casal vai pagar de R$ 5 a R$ 7 mil, incluindo a hospedagem durante o festival.

“As vendas para Parintins este ano começaram muito cedo, ainda em fevereiro, e a expectativa é muito grande. As procuras estão muito maiores do que nos últimos anos rumo ao Festival de Parintins. Os preços se mantêm dentro do padrão do ano passado, até com algumas promoções. Existem embarcações hoje onde os preços variam de R$ 350 até R$ 700, dependendo do nível de embarcação e dos serviços oferecidos para a viagem ao festival”, disse o empresário Vanclei Aragão.

Em uma embarcação com capacidade aproximada de mil pessoas, a viagem pode levar mais de 20 horas. Os passageiros contam com espaços abertos e climatizados para amarrar suas redes, bar, restaurante, banheiros amplos e cabines de suítes privativas. Atrações musicais começam a festa antes mesmo da chegada ao destino final.

Em uma agência que trabalha com turismo corporativo, o festival folclórico representa 50% da receita anual da empresa. A expectativa é superar as vendas do ano passado.

“Nós tivemos a bilheteria esgotada em 4 minutos, o que já foi um prenúncio de que teríamos um grande espetáculo. Lançamos nossos voos em abril, começamos com 20 voos e agora estamos em 28, já pedimos mais 2 novos voos e iremos para 30 voos em aeronaves com capacidade para 157 passageiros. Temos passagens no contrafluxo a partir de 400 reais, e a passagem na alta temporada durante o festival está em torno de 2.500 reais o trecho”, informou o empresário.

Segundo a Amazonastur, cerca de 120 mil visitantes devem passar pela Ilha Tupinambarana neste período. Neste ano, o evento acontece de 28 a 30 de junho.

“Pela nossa experiência em conhecer também as outras embarcações, uma média de 20 mil pessoas em ferry boats e navios e mais um outro quantitativo em expressos rápidos que têm em média de 100 a 120 pessoas em expressos fazendo viagens diariamente”, finalizou Aragão.

Foto: Secom

Publicidade

Facebook