Estamos nas Redes

Amazonas

Justiça decreta prisão preventiva de motorista que atropelou adolescente em Manaus

Publicado

on

A Justiça do Amazonas decretou a prisão preventiva do motorista de caçamba suspeito de atropelar e matar uma adolescente de 14 anos no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, na segunda-feira (17). A decisão foi expedida na terça-feira (18), após audiência de custódia.

O suspeito, de 48 anos, deve responder por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Segundo a Justiça, ele assumiu o risco de provocar a morte ao dirigir a caçamba sob efeito de álcool em um horário de grande fluxo de veículos, próximo a hospitais, escolas e outros locais públicos com alta concentração de pessoas.

A decisão, assinada pela juíza plantonista Rosália Guimarães Sarmento, também considera que a liberdade do motorista pode ameaçar a ordem pública.

Após a audiência, o suspeito foi encaminhado para uma unidade prisional em Manaus e está à disposição da Justiça.

Bafômetro apontou embriaguez

Segundo apuração, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro e o resultado apontou teor alcoólico de 0,78 mg/l, número superior ao nível a partir do qual é considerado crime de trânsito.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) indica que a margem permitida no teste do bafômetro é até 0,04 mg/l. Resultados de 0,05 mg/l a 0,33 mg/l configuram infração gravíssima e iguais ou superiores a 0,34 mg/l caracterizam crime de trânsito.

O caso

Segundo testemunhas, o motorista perdeu o controle da caçamba, invadiu a calçada, arrastou carros e atropelou uma estudante venezuelana, de 14 anos de idade, que havia acabado de sair da escola.

A jovem ainda recebeu atendimento Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu a caminho de uma unidade de saúde.

Foto: Reprodução / Rede Social

Publicidade

Facebook