Estamos nas Redes

Amazonas

Detran Amazonas orienta condutores que irão viajar durante feriado prolongado

Publicado

on

Finalidade da instituição é prevenir acidentes de trânsito nas principais saídas terrestres da capital

Divulgação/Detran-AM

Com o objetivo de prevenir acidentes e aumentar a segurança viária, o Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) faz recomendações aos condutores que irão viajar pelas rodovias do estado durante o feriado prolongado de Carnaval, que inicia no sábado (18/02).

A instituição orienta que a condução responsável começa antes mesmo da viagem. O condutor deve verificar as condições do carro, principalmente em relação aos pneus, sistemas de freios, de iluminação e sinalização.

Além disso, é preciso lembrar do uso do cinto de segurança por todos os passageiros do veículo, observar a capacidade máxima de passageiros do automóvel, reduzir a velocidade em casos de chuva, e transportar a bagagem em compartimento separado para evitar lesões acidentais.

O condutor deve também evitar a combinação de álcool e direção, o uso de celular na condução do veículo e ter cautela ao realizar ultrapassagens, respeitando a sinalização.

Fiscalizações

Segundo o coordenador de fiscalizações do Detran-AM, Arthur Cruz, a instituição irá intensificar as fiscalizações nas rodovias estaduais durante o período festivo para coibir as irregularidades.

Ele acrescenta algumas orientações importantes, como o cuidado com a segurança das crianças e dos motociclistas. “As crianças devem estar com o dispositivo de retenção, conforme Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Também será verificado se todos os motociclistas e passageiros estão fazendo o uso correto do capacete de segurança”, alerta.

A autoridade de trânsito lembra que, caso seja necessário parar no acostamento, o que é permitido somente em casos de urgência, o motorista deve ligar o pisca-alerta e colocar o triângulo a pelo menos 30 metros de distância do veículo.

Se o condutor for flagrado cometendo alguma infração, poderá sofrer as penalidades cabíveis de acordo com o CTB.

Publicidade

Facebook