Estamos nas Redes

Amazonas

Amazonas inicia aplicação de vacina bivalente contra a Covid-19 a partir desta quarta-feira

Publicado

on

Estado antecipa aplicação da bivalente considerando sazonalidade de vírus respiratórios

Anne Alves/FVS-RCP

A campanha de vacinação bivalente contra a Covid-19 no Amazonas inicia a partir desta quarta-feira (15/02) no Amazonas. Manaus e outros 15 municípios vão receber os imunizantes nesta primeira etapa, cuja vacinação é dirigida a grupos prioritários. Nesta fase, 97,2 mil doses estão disponíveis para distribuição aos municípios priorizados mediante agendamento das secretarias municipais de saúde.

As vacinas estão sendo distribuídas pela coordenação estadual do Programa Nacional de Imunização (PNI), na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

Os demais municípios que foram priorizados para receber a vacina bivalente nesta etapa são: Atalaia do Norte, Autazes, Benjamin Constant, Careiro, Careiro da Várzea, Iranduba, Itacoatiara, Manacapuru, Manaquiri, Novo Airão, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga.

Essas cidades devem agendar, neste primeiro momento, a retirada das doses bivalentes. A equipe da capital está passando por treinamento para essa vacina nesta terça-feira (14/02). Na quarta-feira (15/02), os municípios vão participar de treinamento virtual com o PNI para tirar dúvidas das equipes de saúde sobre especificidades da dose bivalente que é a de frasco com tampa de cor cinza.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca que foram priorizados, nesta primeira etapa, a capital do estado, Manaus; municípios da Região Metropolitana de Manaus, além de municípios que foram elencados devido ao cenário epidemiológico de Covid-19 atualizado.

“Em Manaus, foram 485 casos de Covid-19 nos últimos 14 dias. Os demais municípios registraram 202 casos também nos últimos 14 dias. Em decorrência da circulação de vírus respiratórios, principalmente o novo coronavírus, estamos antecipando a distribuição para a vacinação que, pelo calendário nacional, seria 27 de fevereiro, com o objetivo de minimizar o impacto da doença em grupos suscetíveis”, ressalta Tatyana.

Os demais municípios do Amazonas vão poder agendar a retirada de vacinas bivalentes contra a Covid-19 mediante a chegada de nova remessa do imunizante a ser enviada pelo Ministério da Saúde.

Quem pode tomar a bivalente

A vacinação com as doses bivalentes deve ocorrer em fases. O esquema vacinal para os grupos prioritários será de uma dose de vacina bivalente (reforço) para as pessoas que apresentarem, pelo menos, o esquema primário de duas doses com vacinas monovalentes.

Quem não faz parte dos grupos prioritários deve concluir a imunização com doses monovalentes. O intervalo para doses de reforço com vacinas bivalentes será a partir de 4 meses da última dose de reforço ou do esquema primário com monovalentes.

Os grupos prioritários são:


Pessoas a partir de 60 anos ou mais; pessoas vivendo em instituições de longa permanência, como asilos, com idade a partir de 12 anos, abrigados e trabalhadores destas instituições; imunocomprometidos; comunidade indígenas, ribeirinhas e quilombolas; gestantes e puérperas.

Publicidade

Facebook