Conecte-se Conosco

GOVERNO FEDERAL

Inscrições para o Encceja PPL 2022 termina nessa sexta-feira

Publicado

em

O exame é destinado a pessoas privadas de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas e que residem no Brasil

As inscrições para o Encceja PPL 2022 (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa) estão abertas e vão até amanhã, dia 5 de agosto. As provas serão aplicadas nos dias 18 e 19 de outubro, para os níveis de ensino fundamental e médio, respectivamente.

 A participação no exame é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos privados de liberdade que não concluíram seus estudos. Os interessados devem ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização da prova, para quem busca a certificação do ensino fundamental; ou, no mínimo, 18 anos completos também na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino médio.

 As provas do Encceja PLL 2022 serão realizadas em unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos respectivos órgãos de administração prisional e socioeducativa de cada unidade da Federação.

 As inscrições devem ser feitas pelo responsável pedagógico da unidade prisional. Acesse o edital do Encceja PLL 2022: https://www.in.gov.br/web/dou/-/edital-n-50-de-24-de-junho-de-2022-410540504.

 Sobre o Encceja – O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em colaboração com as secretarias estaduais e municipais de educação. A emissão do certificado e a declaração de proficiência são de responsabilidade das Secretarias Estaduais de Educação e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

 O exame tem quatro aplicações, com editais e cronogramas distintos: Encceja Nacional para residentes no Brasil; Encceja Nacional PPL, para residentes no Brasil privados de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas; Encceja Exterior, para brasileiros residentes no exterior; e Encceja Exterior PPL, para residentes no exterior privados de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas. As aplicações fora do Brasil são realizadas em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE).