Conecte-se Conosco

Prefeitura

Professores de Cmei aprendem a fabricar óculos de realidade virtual

Publicado

em

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu a oficina “Confecção de Óculos de Realidade Virtual e suas aplicações na Educação Infantil”, nesta segunda-feira, 13/6, no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Francisco Pereira da Silva, localizado no bairro da Cachoeirinha, zona Sul. O objetivo da atividade foi o de aplicar um projeto-piloto, viabilizando aos professores o desenvolvimento de habilidades para a produção de óculos de realidade virtual a serem utilizados como recurso pedagógico.

A ação faz parte do projeto “Tecnologias digitais na educação infantil, baseadas em metodologias ativas”, criado e executado desde 2019 pela professora Denise Lemos, do Cmei Francisco Pereira, com crianças do 2º período, utilizando QR Code para aguçar a curiosidade e vontade de aprender assuntos na educação infantil, de forma interdisciplinar e lúdica.

A oficina está baseada na cultura Maker, referente a criação de peças que podem ser recriadas e montadas com o auxílio de softwares ou objetos físicos, permitindo que o estudante possa experimentar novos conhecimentos e pontos de vista para a resolução de problemas.

Durante a oficina, os professores construíram seus próprios óculos de realidade virtual com papelão, assegurando a sustentabilidade e o reaproveitamento dos materiais que seriam descartados na natureza indevidamente, prejudicando o meio ambiente. Além das caixas, foram disponibilizadas lentes, adquiridas por meio de uma parceria entre a Gerência de Tecnologia Educacional (GTR), da Semed, e a startup Hattori Tech.

“Existem vários estudos comprovando hoje que a realidade virtual, quando incluída na educação, deixa o processo de ensino e aprendizagem mais dinâmico e fácil. Quando você coloca a partir da educação infantil a realidade virtual as crianças conseguem, por exemplo, aprender disciplinas de ciências, geografia, história, português, tudo com óculos de realidade virtual, de forma muito mais prazerosa”, explicou o palestrante da oficina e formador do GTE, Adrio Hattori, sobre a importância de as escolas adotarem a realidade virtual no fazer pedagógico.

Para a professora Denise Lemos, a tecnologia virtual oferecida pela equipe de formadores da GTE é excelente para dinamizar as aulas da educação infantil.

“Esses óculos são muito interessantes, porque despertam o interesse do aluno para aprender, possibilitando um maior entusiasmo para o aluno vir à escola, porque com eles conseguimos sair daquela forma tradicional de ensinar, tornando a aula mais atrativa”, disse Denise.

Equipamentos

Na ocasião, também foram entregues 3 notebooks e 20 tablets, para potencializar as práticas pedagógicas da unidade. Conforme a gestora da unidade, Jucyara Melo, os equipamentos vão agregar o trabalho já desenvolvido pela unidade de ensino.

“Estamos muito felizes com a entrega desses computadores e tablets, pois esses equipamentos vão agregar ao trabalho pedagógico que a escola já desenvolve. Vão ser usados também no projeto ‘English For Kids’, com auxílio de aplicativos disponíveis para usar a tecnologia no ensino da língua estrangeira”, frisou Jucyara.

O chefe da Divisão de Gestão da Tecnologia da Informação (DGTI), da Semed, Thiago Pereira, destacou que, tanto a oficina quanto a entrega dos equipamentos, fomentam a educação 4.0, inserindo as crianças no meio tecnológico em que elas nasceram, além de torná-las mais capacitadas para entrar no mercado de trabalho futuramente.

Texto – Emerson Santos/ Semed

Fotos – Thaís Araújo/ Semed