Conecte-se Conosco

Prefeitura

Ponta Negra recebe serviços de nivelamento da areia da praia antes da subida do rio Negro

Publicado

em

Antes da subida das águas com a enchente do rio Negro, o complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste, está recebendo, desde esta quarta-feira, 13/4, serviços de manutenção pela Prefeitura de Manaus, incluindo um trabalho na praia perene.

Os trabalhos de limpeza, paisagismo e manutenção no parque são feitos periodicamente. Com o apoio de um trator da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) estão sendo feitos reparos e correções de erosões naturais provocadas pelas fortes chuvas e movimentação das águas do rio Negro durante a vazante e cheia. Esse serviço é de nivelamento da areia na área do balneário.

“O trabalho feito no complexo turístico da Ponta Negra visa a manutenção do calçadão e da praia, para que a população possa usufruir de um ambiente seguro e saudável”, disse o subcoordenador da comissão que gerencia o complexo, o administrador Alfredo César Soares de Freitas.

A praia perene foi entregue durante a obra de requalificação da primeira etapa da Ponta Negra, no ano de 2012, tendo 4,8 mil metros quadrados.  Ela não desaparece mais sob as águas do Negro durante a cheia do rio. A técnica perene foi a mesma usada em praias famosas como a de Copacabana, no Rio de Janeiro, e nas ilhas artificiais de Dubai, nos Emirados Árabes.

Cartão-postal

Também está sendo realizada a construção de um rip rap na base de um dos mirantes do cartão-postal para a contenção do desbarrancamento. Com a subida das águas do rio alcançando o terreno, a erosão ocorreu, afetando o talude, que terá recomposição para não afetar a estrutura do mirante.
Por medida de proteção e segurança, o local está interditado para uso pelos frequentadores.

Os corpos permanentes de segurança, incluindo a Guarda Municipal, com ciclopatrulha, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros atuam no monitoramento da praia e na segurança dos banhistas até as 17h, bem como para a manutenção do patrimônio de todo o complexo.

Texto – Cláudia do Valle / Implurb

Fotos – Antônio Pereira / Semcom