Conecte-se Conosco

Prefeitura

Prefeitura de Manaus realiza a abertura do programa ‘Família na Escola é 10!’

Publicado

em

A Prefeitura de Manaus realizou, nesta quarta-feira, 6/4, a abertura do programa “Família na Escola é 10!”, executado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). O evento, que foi organizado pelo Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp) Norte, ocorreu no auditório da escola municipal Professor Fernando Timóteo da Silva, no bairro Manoa, zona Norte. A unidade vai atender 51 estudantes do 3º ano do ensino fundamental, nos turnos matutino e vespertino, que apresentam dificuldades no processo de ensino e aprendizagem na leitura e escrita.

O programa “Família na Escola é 10!” será realizado em parceria com o projeto Movimentes, desenvolvido por professores de educação física, que em conjunto com a equipe multiprofissional do Cemasp avalia o desempenho motor e acadêmico do estudante.

Para a coordenadora do Cemasp Norte da Semed, Janaína Paulino, o programa vem para prestar um auxílio pedagógico ao trabalho já realizado pela escola no processo de ensino e aprendizagem com os alunos.

“Por determinação do prefeito David Almeida e da secretária municipal de Educação, professora Dulce Almeida, foi disponibilizada uma equipe multidisciplinar, que atua com esses alunos, em parceria com o Movimentes, no intuito de fazer uma triagem dessas dificuldades apresentadas. Além disso, o programa busca criar essa rede de atenção aos pais das crianças, ou seja, essa criança não recebe só um trabalho na escola, mas esse trabalho também é estendido para o âmbito familiar e ele consegue ter essa rede de atenção e de apoio também na família”, disse.

Na escola, o programa será de março a julho, com crianças identificadas com dificuldades na leitura e escrita em português e matemática. O trabalho será desenvolvido pela equipe multidisciplinar do Cemasp, formada por psicólogos, psicopedagogos e assistentes sociais.

A equipe estará na unidade de ensino, no período de 11 a 13/4, em tempo integral, para realizar o atendimento dos estudantes. Os pais ou responsáveis também serão beneficiados com atendimentos, mas em forma de oficinas e palestras.

Movimentos

Implementado ano passado como plano estratégico, o projeto Movimentes atende 10 unidades escolares em toda a rede, beneficiando aproximadamente 592 alunos do 3º ano, do ensino fundamental, com atividades pedagógicas. Para a coordenadora do projeto, Viviane Figueiredo, a meta é ajudar a escola com os alunos que apresentam essas dificuldades.

“É uma aula de educação física utilizando elementos dos conteúdos da sala de aula nas disciplinas de português e matemática. As crianças que estão apresentando essas dificuldades, saem duas vezes na semana no período de 45 minutos para passar por uma intervenção pela equipe. Os alunos ficam com o professor de educação física, que desenvolve, além das atividades motoras na parte prática, um reforço no conteúdo de sala de aula”, finalizou.

A diretora da escola, Lucileni Maria Mendonça, afirmou que o programa tem ajudado muito os alunos, mas principalmente contribuído com as atividades já realizadas pelas professoras com os alunos. “O resultado é muito positivo, onde ano passado já colhemos, e este ano esperamos que esse resultado também venha impactar em nosso rendimento e em nosso índice de educação na escola”, comentou.

A doméstica Neiriane Oliveira da Silva, 28, mãe do aluno do 3º ano, Lucas Costa da Silva, 8, ficou feliz pela continuidade do programa, porque seu outro filho, o agora aluno do 4º ano, Gabriel Costa da Silva, 9, fez parte do programa ano passado e conseguiu melhorar muito as deficiências nas disciplinas.

“Esse programa é muito bom, porque eu percebi o desenvolvimento dos meus filhos na escrita e na leitura. Quando meu filho começou na escola tinha muita dificuldade, mas com esse programa ele evoluiu muito rápido. Acho muito interessante mesmo, porque é algo que desenvolve a criança muito rápido, assim como no modo de se comportar dentro de casa e na escola também”, ressaltou.

Texto – Paulo Rogério / Semed

Fotos – Eliton Santos / Semed