Conecte-se Conosco

Esportes

Fechamento do Maracanã provoca atrito entre diretoria do Flamengo e Zico; entenda

Publicado

em

Após receber muitos jogos na temporada, o Maracanã será fechado para reformas, incluindo a inclusão do gramado híbrido. Porém, a situação acabou gerando desconforto entre a diretoria do Flamengo e Zico, maior ídolo do clube. O amistoso beneficente realizado pelo ex-jogador, o Jogo das Estrelas, não poderá acontecer no estádio este ano.

O fechamento do estádio acontecerá no próximo dia 10. Dessa forma, a medida pegou Zico e sua equipe de surpresa, uma vez que o evento estava agendado desde o início do ano. Assim, a organização do evento só foi informada de que o estádio não estaria mais disponível no fim de outubro, com menos de dois meses da data.

Nesse sentido, a administração do estádio ofereceu uma data alternativa, mas não foi possível o reagendamento de alguns jogadores convidados, como Neymar. Com passagens, hotéis pagos e estrutura já contratada, além de patrocinadores acertados, a equipe de Zico tentou de todas as formas contornar a situação.

Dessa forma, autoridades municipais e estaduais entraram no circuito, acionadas pela organização do amistoso. Sem sucesso, o próprio Zico foi, pessoalmente, até o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim para fazer o apelo. Segundo o ge , o ex-jogador teria ouvido que o impasse era um problema para ser resolvido com o Maracanã ou com a empresa que faz a manutenção do gramado.

Por fim, Zico decidiu realizar o jogo no seu centro de treinamento, o CFZ, localizado na zona oeste, com capacidade de público e estrutura muito abaixo do Maracanã, que costuma ter lotação de cerca de 60 mil pessoas no evento. A reportagem do ge procurou o Flamengo, que disse que o assunto é de responsabilidade do Maracanã.  

Publicidade

Facebook